Noticias Insanas

Fatos

Posted on: abril 16, 2009

1º fato: Faz uns dias que eu não apareço por aqui, mas não se desesperem! Eu estou bem. Então hoje eu vou tentar compensar esse desaparecimento com um post (um só), mas um bom. Não custa tentar…

2° fato: “Bailarino é suspeito de viver 7 anos com identifidade falsa”. Vocês devem estar pensando, “grandes merda, ele é bailarino. Quem liga?”. Mas eu fiquei com a pulga atrás da orelha. O que esse homem bailarino fez nesses 7 anos que ninguém sabe? Quais os mistérios da vida sinistra e obscura que ele não quis revelar pra ninguém? Começa agora, uma reportagem investigativa que conta tudo que todos sempre quiseram saber, mas nunca tiveram coragem de perguntar. (é zoera heim, eu vou inventar a história do homem e vocês fazem de conta que gostaram… ainda estão ai? Lá vai.)

João celofane, a história secreta do bailarino misterioso

João era uma pessoa aparentemente normal, ele estava terminando o faculdade de design de moda e morava com a mãe. A sua vida era pacata e, tirando as festas de sábado a noite, quase sem aventuras. Mas ele não estava satisfeito, ele queria mais. Foi quando aconteceu.

Ele estava andando na rua e viu algo estranho jogado no chão, ele chegou mais perto para ver o que era. Uma carteira de identidade. Neste dia João não voltou pra casa.

Ele continuou andando pela rua olhando pra carteira, a foto não era de ninguém conhecido, mas a pessoa parecia ser boa pinta, honesta e trabalhadora, e isso só significava uma coisa: com aquela carteira João poderia fazer um empréstimo.

Mas a vida não é brinquedo, apesar de ser uma caixinha de surpresas. O dinheiro não veio, e João precisou arranjar um emprego. “Bailarino”, foi o que ele leu no cartaz, trabalhar no programa do Faustão e ganhar uma boa quantia todo mês. Ele foi fazer o teste.

A sala estava cheia de moças bonitas e bem vestidas, João estava sobrando ali. Mas havia algo nele que os produtores do programa não resistiram, um charme natural. Os dois produtores conversaram: “vamos contratar ele?”, “mas ele é homem…”, “ninguém vai notar a bailarina barbada se nós deixarmos ele lá no fundo.”. Contratado.

A vida foi passando, e ninguém notou a bailarina com barba e tufos de cabelo no peito que ficava dando voltinhas lá no fundo do auditório. Mas a vida novamente não agradou João, e ele se voltou ao crime. Em poucas semanas João estava atrás das grades, afinal ninguém escapa aos longos braços da lei. =>Nota histórica, aqui se deu inicio à expressão “virar menina na cadeia”, e ele nem precisou se esforçar.

Na cadeia os guardas repararam que a sua identidade não combinava com seu rosto de fato. A desculpa do photoshop não colou. João foi descoberto.

No dia seguinte ele foi encontrado morto na cela , e ninguém sabe o que houve. Foi o fim.

Pausa pro descanso.

E então, lágrimas nos olhos? Aposto que não… mas tudo bem, eu prometo que não faço mais isso. Se alguém se interessou, a história verdadeira está aqui. Se você não se interessou, o botão pra apertar é aquele quadrado com um X dentro, que está na barra azul no canto direito, lá em cima. E voltem sempre.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: